Anúncios

João Dória defende o pacto federativo e se solidariza com o Congresso

Projeto na Câmara permite que lei municipal reduza faixa não edificável ao lado de rodovias
Rodrigo Maia espera que governo atue para resolver os problemas econômicos do país
Câmara estuda criar cadastro nacional de veículos apreendidos

O governador de São Paulo, João Dória (PSDB), esteve hoje em Brasília onde teve encontros com o o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados e com o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado. Na saída da reunião com Maia, João Dória concedeu uma entrevista coletiva, explicando que tratou com o presidente da Câmara do apoio do estado de São Paulo à reforma tributária e do pacto federativo. Ele também criticou a posição do presidente Jair Bolsonaro, no episódio do ICMS dos combustíveis, dizendo que “Não cabe a um presidente da República emparedar e colocar governadores de Estado em confronto com a opinião pública”.

O governador também prestou solidariedade ao Congresso devido aos recentes ataques de Jair Bolsonaro ao legislativo.  Dória também fez uma forte crítica a declaração que o presidente Jair Bolsonaro que afirmou que as eleições de 2018 foram fraudadas, e que ele teria ganho em primeiro turno. Para Dória “as eleições foram soberanas, livres, e absolutamente confiáveis” e “se o presidente não confia na própria eleição, ele que participe de outra eleição, antecipemos as eleições. Fazemos as eleições para Presidente da República junto com as eleições de prefeitos, vereadores”.

Veja a íntegra da coletiva:

 

Authors

Anúncios