Anúncios

TCU quer analisar a participação de Bolsonaro em distribuição de recursos de comunicação

TCU quer analisar a participação de Bolsonaro em distribuição de recursos de comunicação

Novo salário mínimo já está em vigor
Mourão está chateado com Witzel
Bolsonaro avalia reajustar o salário mínimo pela inflação

O Tribunal de Contas da União quer analisar na prestação de contas de Jair Bolsonaro, referente ao ano de 2019, a aplicação de recursos da área de comunicação social. O TCU quer verificar se o dinheiro público está influenciando a cobertura de veículos de imprensa.

Relatórios do tribunal mostram que a RecordTV, recebeu um percentual mais elevado de verbas publicitárias no ano passado, enquanto os recursos da TV Globo diminuíram. O pastor Edir Macedo, dono da RecordTV, foi um dos apoiadores da candidatura de Jair Bolsonaro a presidente, já a Globo é tratada como inimiga por Bolsonaro.

Vai ser a primeira vez que os investimentos da área de comunicação vão ser analisados como tendo uma atuação direta do presidente da República, aplicando o entendimento de que ele é o responsável pela política e pelos investimentos adotados pelo governo em veículos de comunicação. O relator do caso é o ministro Bruno Dantas.

Authors

Anúncios